Quitanda Orgânica
Peça por Whatsapp:
(11) 97164-0166
Atendimento
(11) 3061-5924
Olá , Sair
Siga a Quitanda
Código: 215

Beterraba Orgânica kg

Destaque

 
Simulador de Frete
- Simulador de Frete

beterraba (género Beta L.) é uma planta herbácea da família das Quenopodiáceas, por Cronquist, ou das Amarantáceas, pela APG.

Nome derivado do substantivo francês betterave (sendo bette a acelga, e rave nabo). O colo tuberizado serve, para além dos fins culinários, produção de açúcar (sacarose). Também existe uma variante cultivada para alimentação animal.

É comum achar que a beterraba é uma raiz, como a cenoura, porém o órgão de reserva é o caule, mais especificamente o colo da planta.

A beterraba é rica em açúcares. Quando em condição natural, a beterraba se conserva por até uma semana, se mantida em local fresco e sombreado.

A beterraba é usada também como combustível alternativo na Europa, sendo usada para a preparação de etanol.A beterraba é recomendada para situações de anemia, devido à riqueza em ferro e ácido fólico. As folhas de beterraba possuem propriedades benéficas, semelhantes às folhas do espinafre, ambas sendo utilizadas na indústria farmacêutica devido às suas qualidades terapêuticas (MATOS et al., 2009). A beterraba tem valiosas propriedades medicinais devido ao seu elevado conteúdo de sais minerais, vitaminas e carboidratos (BALBACH e BOADIM, 1992).

Tem ação neutralizadora de ácidos, auxilia a formação de glóbulos vermelhos; por ser rica em ferro e cobre, auxilia na produção de plaquetas, promove fortalecimento muscular devido à sua alta concentração de potássio e manganês, fortalece tendões e tem ação anti-inflamatória (BALBACH e BOADIM, 1992). Ela fortalece o coração, aumenta a circulação sanguínea, purifica o sangue. Quando utilizada junto com a cenoura tem ação na regulação hormonal (PITCHFORD. 2002).

A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no plasma e no tecido muscular, sendo também encontrada em concentrações elevadas em outros tecidos corporais (CRUZAT; PETRY; TIRAPEGUI, 2009). É um aminoácido importante para o crescimento e a diferenciação celular, transporte de cadeia carbônica entre os órgãos e fornecimento de energia para células de rápida proliferação, como os enterócitos e as células do sistema imune (PACIFICO et al., 2005)

A glutamina tem capacidade de interferir no funcionamento de células do sistema imune, pois é uma fonte energética importante para os macrófagos, linfócitos e demais células do sistema imunológico (LEANDRO et al., 2006).

Os médicos recomendam consumi-la crua, ralada, em salada. Se preferir comê-la cozida, a sugestão é cozinhá-la inteira, com casca e com 5 cm do talo, acrescentando duas colheres de vinagre na água para que mantenha intacta a cor vermelha.

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características